O município da Região Serrana é o primeiro a receber o projeto Cinema da Cidade, que vai construir ou reformar salas de cinema em municípios do interior do Rio. São Pedro da Aldeia, São Fidélis, Miracema e Bom Jardim também serão beneficiados. 

A equipe técnica da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio (Sececrj) vistoriou as obras do complexo de cinemas que está sendo construído em Cordeiro, nesta segunda-feira (22). Retomado na última semana, o serviço na cidade da Região Serrana está com aproximadamente 30% executado e segue todas as medidas de saúde necessárias no período de pandemia da Covid-19.

A obra em Cordeiro é a primeira do Cinema da Cidade – projeto realizado pela Sececrj e Ancine – que vai construir ou reformar salas de cinema em municípios do interior do Rio. São Pedro da Aldeia, São Fidélis, Miracema e Bom Jardim também serão beneficiados e estão com seus processos de licitação em andamento. No total, o investimento no projeto, que já estava disponível antes da pandemia do novo coronavírus, será de mais de R$ 18,750 milhões, dos Governos Federal e Estadual.

– A obra está sendo realizada de forma correta, dentro do planejado. A expectativa é que o número de funcionários aumente nos próximo dias. Assim, pelo andamento do trabalho, a previsão é que esteja com 50% concluído nos próximos 60 dias. Além disso, verificamos que o terreno é muito bem localizado – explica Paulo Almeida, coordenador de Engenharia e Arquitetura da Sececrj, que estava acompanhado do superintende de Audiovisual, Vinicius Azevedo.

O Cinema da Cidade – que integra o Programa Cinema Perto de Você – vai levar complexos de exibição de filmes em municípios de pequeno e médio porte (entre 20 mil e 100 mil habitantes) que não contam com salas de cinema comerciais. Cada complexo exibidor terá duas salas com capacidade total para 168 lugares – em Bom Jardim, já existe uma sala para 300 pessoas. Com isso, o setor audiovisual também vai movimentar a economia local com previsão da geração de pelo menos 300 empregos diretos e indiretos, com uma plateia de 80 mil espectadores por ano.

Fotos: Divulgação

Notícias Relacionadas

Pesquisa