Agentes foram essenciais para o sucesso da Primeira Vigência

Criado pela União, o Bolsa Família é um programa de transferência direta de renda cujo objetivo é atender às famílias em situação de extrema pobreza e pobreza, sendo que essas famílias são previamente identificadas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

Algumas normas, no entanto, precisam ser respeitadas. Assim que uma família passa a ser beneficiada pelo programa Bolsa Família, ela e o poder público assumem compromissos para garantir o acesso de suas crianças e adolescentes à saúde e à educação. Esses compromissos são conhecidos como condicionalidades.

Em Cordeiro, o trabalho da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos tem sido rigoroso nesse sentido. Na área da Saúde, na primeira vigência de 2019, foram acompanhados 1.864 beneficiários, sendo o público para acompanhamento das condicionalidades de saúde formado por crianças menores de 7 anos; mulheres de 14 a 44 anos; e gestantes.

A Administração Municipal de Cordeiro acompanhou 1.688 beneficiários, o que corresponde a uma cobertura de 90,56%. Os números detectados na Cidade Exposição confirmam que o município está bem acima da média nacional de acompanhamento preconizada para o setor de saúde, que é de 75,55%.

Autoridades confirmam que o sucesso do acompanhamento das famílias na área da saúde tem contribuição da profissional Rossana Espíndola, articuladora do Programa Bolsa Família na Secretaria de Saúde. Também tem sido indispensável a atuação dos agentes de saúde e das equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF), que não medem esforços para manter em dia a pesagem e cartão de vacina dos beneficiários.

IMPRENSA CORDEIRO – CIDADE EXPOSIÇÃO

Notícias Relacionadas

Pesquisa