Diretor do CRDI afirma que pelos números é possível determinar quadro.
Cerca de 30 a 40 casos são confirmados por semana; ao todo são 1.931.

Com 1.931 casos confirmados de dengue até esta terça-feira (11), o município de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, depende da avaliação da Secretaria de Estado de Saúde para confirmar epidemia da doença. Segundo o diretor do Centro de Doenças Imuno-Infecciosas (CRDI), Luiz José de Souza, a cidade passa por um quadro linear epidêmico. Com a confirmação, o município será o primeiro do Rio de Janeiro a decretar epidemia da doença.

De acordo com o diretor do CRDI, Campos se enquadra nos critérios de avaliação de epidemia. “A gente considera o critério do Ministério da Saúde, que é de 300 casos por 100 mil habitantes. Como Campos tem em torno de 500 mil, então seriam necessários 1.500 casos para chegar ao quadro”, afirma ele.
O diretor ressaltou que são cerca de 30 a 40 casos confirmados por semana. O mês de julho teve o maior número de casos, quando em apenas 10 dias foram 217 casos confirmados.
O último balanço da Secretaria Estadual de Saúde apontava 49.584 casos suspeitos de dengue em todo estado, com 13 óbitos, sendo um deles em Campos.

Notícias Relacionadas

Pesquisa