Voltar

Notícias

TURISMO RURAL É UMA DAS METAS DA PREFEITURA DE TRAJANO PARA FORTALECER A ECONOMIA


4 de abril de 2018 467 visitas

Trajano de Moraes poderá se tornar destino turístico junto a outras cidades na região serrana. Considerando que o município tem grande potencial agrícola e cheio de atrativo, o prefeito Rodrigo Viana pretende em consonância com a Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo, explorar essa qualidade junto à iniciativa privada. E prova disso, é o catalogo de pontos na cidade. Todos esses podem ser explorados turisticamente, com orientação da gestão pública municipal.

Segundo o secretário municipal de Indústria, Comércio e Turismo Claudio Roberto Silva Moraes de Souza, a cidade possui um grande potencial nesse setor, mas nunca fez investimentos nele. Um de seus desejos é a criação de visitação as fazendas antigas, construídas ainda na época dos senhores do engenho. “Fizemos uma visita técnica a fazenda do Canteiro, localizada no distrito de Monte Café. Ela é uma das que está se preparando para integrar o projeto de Turismo Rural de Trajano de Moraes”, disse Claudio Moraes.

Um dos desafios apontados pelo prefeito Rodrigo Viana é a criação de empregos em uma época de crise em todo o País. “Com o fortalecimento do turismo na cidade, automaticamente a geração de trabalho e renda apareça. Esse é um dos primeiros passos que estamos dando em prol do turismo em Trajano. Quem curte esse tipo de passeio sempre volta em busca de conforto e opções variadas”, acredita o prefeito.

Vivenciar uma rotina diferente, nem que seja por alguns dias, talvez seja o principal atrativo que as propriedades rurais vão proporcionar, incorporando atividades turísticas para ampliar as experiências oferecidas aos visitantes. “Estive na propriedade do casal Roberto Wellen Etz e Tereza Etz e junto com seu filho Gustavo Etz que está à frente do projeto turístico estudamos e discutimos formas de alavancar o turismo na cidade”, completou o secretário Cláudio Moraes.

A visita teve como objetivo incluir a fazenda no roteiro turístico e mapear seus atrativos. “Participaram da visita Fernanda Gripp, a coordenadora regional do Sebrae Marcia Bittencourt, a gestora de turismo regional Vânia Monerat,  a consultora do Sebrae Fátima Macharet, a diretora da agência de turismo Novatour de Nova Friburgo”, explicou.

Quando bem aplicado e desenvolvido, além da possibilidade de geração de uma renda adicional para as comunidades locais, o Turismo Rural pode contribuir para a revitalização econômica e social das regiões, a valorização dos patrimônios e produtos locais, a conservação do meio ambiente, a atração de investimentos públicos e privados em infra-estrutura para os locais onde se desenvolve.