Voltar

Notícias

Sódio: onde ele está e por que faz tão mal para a saúde?


15 de março de 2016 246 visitas

Bateu aquela fome e a primeira coisa que você pensa em comer é o macarrão instantâneo que está na sua dispensa. Pronto! São apenas três minutos para começar a devorar… Mas o que muita gente não sabe é que esses produtos possuem grande quantidade de sódio – mineral que é o principal componente do sal que consumimos em nosso dia a dia. E aí vem o perigo: sal em excesso faz mal à saúde e doenças do coração.

A situação é tão grave que, no início de 2013, a Organização Mundial de Saúde (OMS) redefiniu os limites considerados aceitáveis para a ingestão de sódio. A orientação é que adultos e crianças devem consumir menos de 2 gramas de sódio (ou 5 gramas de sal) por dia – quantidade que equivale a uma colher de chá ou de 3 a 5 saquinhos, daqueles encontrados em restaurantes.

No caso do macarrão instantâneo o perigo vem em dobro – no alimento e em seu tempero. Ao todo, um pacote do produto chega a ter 90% da recomendação diária de sódio para um adulto saudável. E não é só o macarrão instantâneo que está nessa lista. O sódio está presente na maioria dos produtos consumidos pelas crianças, como fast food, salgadinhos, pães, chocolate ao leite, pipoca de micro-ondas e pizza. O tradicional X-burguer com catchup e maionese somado um copo de refrigerante chegam muito perto dessa cota diária.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), de 6 a 8% das crianças brasileiras na faixa de 7 a 20 anos, já são hipertensas. E na maioria das vezes nem sabem que têm a doença, já que não existe uma cultura de medir a pressão arterial na infância e na adolescência. O diretor da SBC, Carlos Alberto Machado, alerta que as possibilidades desses índices aumentarem são proporcionais ao número crescente de crianças obesas no país. “É importante mudar o estilo de vida dessas crianças. É muito mais fácil mudar o estilo de uma criança do que de um adulto”, afirmou o médico.

Mas como fazer para ter uma alimentação saudável e ao mesmo tempo saborosa, sem abusar do sal? Tire o saleiro da mesa! A melhor maneira é substituí-lo por temperos naturais, como cebola, alho, salsinha, cebolinha, orégano, hortelã, limão, manjericão, entre outros. Se você ler os rótulos, perceberá que o sódio está presente em grandes quantidades em bebidas e comidas industrializadas, por isso, prefira sempre os alimentos naturais! Por exemplo, que tal trocar o refrigerante – inclusive o light – por suco natural?