Voltar

Notícias

SES realiza Dia D e alerta para baixa procura pela vacina contra febre amarela


6 de março de 2018 156 visitas

Cerca de 250 mil pessoas foram vacinadas ao longo deste sábado

A Secretaria de Estado de Saúde realizou, neste sábado (03), um novo Dia D de vacinação contra a febre amarela em todos os 92 municípios do Estado. Foi a terceira grande ação realizada pela SES desde o ano passado. Mesmo com o expressivo comparecimento dos moradores da Baixada Fluminense e da Zona Oeste nas tendas montadas pela Secretaria, cerca de 250 mil pessoas foram imunizadas – quando a expectativa era vacinar 500 mil.

– O movimento deste Dia D foi menor do que o da ação realizada em janeiro, mas é  fundamental  para manter o alerta sobre a importância da vacinação. Precisamos imunizar um total de 14 milhões de pessoas, e até agora cerca de 10,5 milhões estão protegidas. A campanha continua nos postos municipais, e vamos trabalhar de forma incansável até que todo o público-alvo esteja vacinado – afirmou o secretário de Estado de Saúde, Luiz Antonio Teixeira Jr.

Maria Ximenes, 74 anos,  compareceu à tenda montada no Parque dos Patins, na Lagoa,   avaliada por um médico e imunizada.

-Eu vim hoje aqui e achei tudo muito rápido.  Fui avaliada bem rapidinho e liberada para   tomar a vacina- disse.

A moradora da Pavuna Maria Martins Ferreira, de 35 anos, foi à Praça da Matriz, em São João de Meriti, e aproveitou para imunizar a filha Eloá, de 8 anos.

– Tenho acompanhado o noticiário e percebido que o índice de letalidade está grande. Aproveitei a campanha para me proteger e principalmente proteger minha filha – disse a dona de casa.

Assim como no último Dia D, realizado em 27 de janeiro, a mobilização contou com os postos municipais de saúde, 29 UPAs, 11 hospitais da rede estadual e o apoio de unidades do Corpo de Bombeiros, além de tendas montadas pela SES em  cidades da Região Metropolitana.

O supervisor de segurança Cláudio Barros estava andando de bicicleta pela Lagoa, quando viu a tenda e resolveu se vacinar.

– A iniciativa é sensacional, muito bom mesmo. Esse local é perfeito, de fácil acesso, quem está passando aqui aproveita e toma a vacina- opinou.

Fracionamento – A partir de 25 de janeiro, seguindo a orientação do Ministério da Saúde, 15 municípios da Região Metropolitana  passaram a fornecer doses fracionadas da vacina. Fazem parte da campanha de fracionamento as cidades de Belford Roxo, Duque de Caxias, Itaboraí, Itaguaí, Japeri, Magé, Mesquita, Nilópolis, Niterói, Nova Iguaçu, Queimados, Rio de Janeiro, São Gonçalo, São João de Meriti e Seropédica. Nos demais municípios do Estado, são aplicadas doses padrão da vacina.

 Quem não deve tomar a dose fracionada:

– crianças de 9 meses a menores de dois anos;

– pessoas com condições clínicas especiais (vivendo com HIV/Aids, ao final do tratamento de quimioterapia, pacientes com doenças hematológicas, entre outras);

 – gestantes;

– viajante internacional (devem apresentar comprovante de viagem no ato da vacinação)

Estratégia – Em janeiro de 2017, a Secretaria de Estado de Saúde adotou medidas preventivas e, antes mesmo de registrar os primeiros casos de febre amarela no território fluminense, iniciou a criação de cinturões de bloqueio, recomendando a vacinação contra a doença, principalmente em municípios de divisa com Espírito Santo e Minas Gerais (áreas de risco para a doença na época). Desde julho do ano passado, todos os 92 municípios do estado foram incluídos na área de recomendação da vacina e receberam doses para imunizar a população.