Voltar

Notícias

Secretária de Saúde de Cordeiro fala sobre o Pronto Atendimento


2 de setembro de 2017 416 visitas

Espaço seguirá todas as especificações técnicas para atender à população

ASSESSORIA DE IMPRENSA – PREFEITURA DE CORDEIRO

Após dois encontros com a imprensa falada e televisada durante a semana, ao garantir que não tem qualquer tipo de poder para fechar o Hospital Antônio Castro, o prefeito de Cordeiro, Luciano Batatinha, também esclareceu pontos importantes sobre a decisão de não manter o contrato de prestação de serviços com a entidade. Ele garantiu que não faltarão atendimentos de urgência e emergência para a população do município.

Para isso, as secretaria de Saúde e de Obras estão atuando em parceria com o objetivo de concluir urgentemente os serviços de adaptação no prédio que anteriormente abrigava o Centro Administrativo, onde funcionavam outras secretarias e departamentos da Administração Municipal. Segundo Vânia Huguenin e Félix Ribeiro, titulares das duas pastas parceiras no empreendimento, o empenho dos servidores tem sido exemplar e a expectativa é de que a entrega ocorra ainda durante esse final de semana.

Situado na antiga Delegacia de Polícia, nas proximidades do Parque de Exposições Raul Veiga, no centro da cidade, o Pronto Atendimento estará estrategicamente posicionado para atender às suas demandas e obedecerá todas as especificações e normas técnicas do setor de saúde, incluindo duas entradas independentes para veículos especializados, evitando que haja contato, por exemplo, de um acidentado com pacientes em busca de atendimentos mais simples.

Considerando não ser tarefa das mais fáceis conseguir um local adequado aos atendimentos de saúde, já que são muitas as exigências, a secretária de Saúde acredita que Cordeiro teve o privilégio de encontrar uma área propícia. “Somos abençoados, pois fizemos diversas pesquisas com análises criteriosas, e optamos por essa adaptação. A localização é perfeita para o fluxo dos atendimentos, que em 90% dos casos requerem procedimentos simples. Nossa previsão é trabalhar com um médico presente 24 horas e mais um plantonista 12 horas diurnas para melhor cobertura”, afirmou Vânia Huguenin.

Outra meta é garantir que o Pronto Atendimento – que estará apto a prestar os primeiros socorros a vítimas de acidentes e pequenos traumas, inclusive com um setor para observação durante 24 horas – ofereça uma Sala de Estabilização, o que possibilitaria estabilizar um paciente mais grave até a sua transferência para um centro especializado. “Cirurgias e internações serão inicialmente feitas através de contratos com outros municípios. Nossa responsabilidade é garantir atendimento à população. Jamais colocaríamos em risco a saúde de nossos munícipes”, colocou a secretária, acrescentando que todas as informações serão repassadas oportunamente e que a Secretaria de Saúde está à disposição para esclarecimentos.

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????