Voltar

Notícias

Saulo Gouvêa garante deixar mais de R$ 21,2 milhões em convênios para execução no próximo governo


20 de setembro de 2016 1.150 visitas

Prefeito de Cantagalo também destaca obras em andamento, como as da creche, e anuncia início das obras de infraestrutura do bairro Morada do Sol
Cantagalo – O prefeito de Cantagalo, Saulo Gouvêa, anunciou, em entrevista a programa de rádio, no último dia 15 de setembro, que vai deixar pelo menos R$ 21.276.127,97 em convênios assinados para execução no próximo mandato, sob responsabilidade do prefeito que for eleito no próximo dia 2 de outubro.
– São recursos já garantidos em convênios assinados e empenhados e que beneficiam o município na execução de várias obras, que, por causa da crise econômica e de vários entraves burocráticos, não puderam ser executadas ainda na minha gestão – explicou o prefeito, acrescentando que as verbas são resultado de muito esforço, muitas viagens a Brasília e peregrinação nos gabinetes de deputados. São recursos de emendas parlamentares, projetos inscritos pela Prefeitura junto ao Siconv (Sistema de Convênios do Governo Federal) e parceria com o Governo do Estado.
Segundo Saulo Gouvêa, desse montante, R$ 14.993.217,97 são destinados à execução do Plano Municipal Integrado de Saneamento Básico (PMISB), cujo projeto já foi aprovado e todas as licenças ambientais conseguidas pela Prefeitura. “Só falta mesmo a liberação dos recursos por parte da Funasa (Fundação Nacional de Saúde), órgão do Ministério da Saúde”, completa o prefeito. O plano prevê a captação de todo o esgoto do Centro da cidade e bairros adjacentes, canalização e tratamento numa estação a ser construída com a execução do convênio.
Ainda no Governo Federal existem outros convênios que somam R$ 3.382.910,00. Com o Ministério da Educação são R$ 1,110 milhão, que serão utilizados da seguinte forma: construção de prédio escolar em Santa Rita da Floresta, segundo distrito (R$ 600 mil). O terreno, uma chácara, onde antes a Prefeitura pagava aluguel, foi adquirido na atual gestão, em 2013, por R$ 400 mil; ampliação da Escola Municipal Maria Bellieni D’Olival, no bairro Santo Antônio (R$ 260 mil); e ampliação da Escola Municipal Alberto Augusto Thomaz, no bairro Cantelmo (R$ 250 mil).
Com o Ministério das Cidades há dois convênios que somam R$ 1.272.910,00. São R$ 779,910 mil para obras de infraestrutura no município (a Prefeitura pode escolher onde aplicar) e R$ 493 mil para infraestrutura urbana do bairro Novo Horizonte, que fica a cerca de seis quilômetros do Centro da cidade.
No Ministério da Saúde há mais R$ 1 milhão em convênios assinados e empenhados. Para ampliação da unidade de saúde do bairro Novo Horizonte são R$ 300 mil, dos quais R$ 200 mil para obras físicas e R$ 100 mil para aquisição de novos móveis e equipamentos. Para as obras de reforma das unidades de Saúde da Família da parte alta do bairro São José e de Santa Rita da Floresta, segundo distrito, são mais R$ 200 mil.
Em outro convênio, R$ 500 mil para a construção de um prédio para abrigar o laboratório citopatológico. A área escolhida é um terreno pertencente à Prefeitura, localizado no final da Rua Domingos de Souza, na Chácara da Banheira, ao lado do Horto Municipal Vereador José Maria Huguenin. “O local fica próximo ao hospital, cerca de 600 metros, e isso facilita bastante o trabalho para todo mundo”, explicou Saulo Gouvêa.
O prefeito também informou que há mais R$ 2,998 milhões, em parceria com o Governo do Estado, para a execução das obras de pavimentação com asfalto, drenagem pluvial e construção de muros de contenção na Avenida Senador José Ermírio de Moraes, acesso a Euclidelândia, terceiro distrito, uma antiga reivindicação da comunidade.
 É necessário esclarecer também que existe mais R$ 1 milhão para a execução das obras de construção de muros de contenção na Rua Vereador Francisco Eugênio Vieira e à margem direita do Córrego Lavrinhas, altura do bairro Villa Bela. Trata-se de uma emenda parlamentar que herdamos da gestão anterior. Realizamos todos os trâmites burocráticos, fizemos com sucesso o processo licitatório e entregamos para análise, conforme exige o convênio, ao Ministério da Integração Nacional. Ocorre que esse processo está no ministério desde setembro de 2015 e, até agora, apesar de todos os nossos esforços, ainda não foi analisado e liberado. É mais uma obra que poderá ser executada na próxima gestão – disse Saulo Gouvêa.
Finalizando, o prefeito de Cantagalo destacou algumas obras que atualmente estão em andamento ou que já têm previsão de início ainda para este ano. Entre as ações estão a construção da creche-escola do bairro São José, incluindo aquisição de móveis e equipamentos; construção, ao lado do Hospital de Cantagalo, de prédio para abrigar a Policlínica Municipal e a Unidade Básica de Saúde da Família Dr. João Nicolau Guzzo (incluindo móveis e equipamentos); construção de uma quadra poliesportiva coberta no bairro Novo Horizonte; continuidade das obras de construção do centro cultural (teve início na gestão passada), no Centro da cidade.
Outras duas obras deverão ter início nas próximas semanas: a implantação de uma academia de saúde em Santa Rita da Floresta, segundo distrito, e infraestrutura do bairro Morada do Sol, nos limites de Cantagalo com Cordeiro, onde serão aplicados R$ 987,6 mil.
Redação/Foto: Gilmar Marques