Voltar

Notícias

Rendimento no Rio de Janeiro cresce 4,3% em 2015


17 de março de 2016 159 visitas

O rendimento médio dos trabalhadores do estado do Rio de Janeiro continua aumentando bem acima da média brasileira, segundo constatação da Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílio (PNAD), divulgada pelo IBGE.

Em 2015, na comparação com 2014, a renda no Rio teve alta de 4,3% frente a queda de 0,2% no país. O resultado também é o dobro do aferido em São Paulo, onde o crescimento foi de 2,2%. Com a alta registrada em 2015, a renda real da população ocupada no estado chegou a R$ 2.116,00.

Comparando somente o último trimestre de 2015 ao mesmo período do ano anterior, o crescimento do Rio de Janeiro foi ainda maior, com alta de 5,1%, frente a queda de 2% no Brasil e queda de 2,8% na Região Sudeste.

– A melhora na renda média dos trabalhadores em geral reflete a atração de investimentos na indústria de transformação para o estado e a geração de postos de trabalho qualificados. O Governo do Rio está empenhado em manter e criar novos postos de trabalho – destaca o Secretário de Estado Desenvolvimento Econômico, Marco Capute.

A variação no número de pessoas ocupadas na média de 2015 contra o ano anterior seguiu estável segundo a pesquisa, com aumento de 0,1%. No quarto trimestre de 2015, contra o mesmo trimestre de 2014, o estado também se manteve estável, com leve queda de -0,1%, contra -0,7%, da Região Sudeste, e -0,6 na média brasileira.

Já a taxa de desemprego em 2015 apresentou a menor variação da região Sudeste (21,6%), aumentando de 6,3%, em 2014, para 7,6, em 2015. A média brasileira para o ano passado foi de 8,5%. Em São Paulo e Minas Gerais, o crescimento do desemprego foi de 9,3% e 8,5%, respectivamente.