Voltar

Notícias

Problemas com a Enel foram discutidos em audiência pública em Macuco


15 de agosto de 2018 439 visitas

A Comissão de Defesa do Consumidor (Codecon) da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) discutiu nesta segunda-feira (06/08), as dificuldades da população do município de Macuco, localizado na Região Serrana, e do entorno com as contas de energia elétrica. A audiência pública, realizada pela primeira vez na cidade, na Câmara Municipal de Macuco, buscou soluções para os problemas no atendimento nas lojas da Enel, concessionária de energia elétrica, na região e para a política de cobrança por estimativa promovida pela concessionária de energia elétrica. Desde 2004, a Codecon já recebeu 880 reclamações sobre a Enel em todo o estado.
De acordo com o presidente da Codecon, o deputado Luiz Martins (PDT), durante a audiência foram analisadas alternativas para chegar a uma fórmula de cobrança que seja legítima e justa para todos e horários acessíveis para o atendimento dos clientes nas lojas. “A audiência pública foi um sucesso, pois teve ampla participação da população e de autoridades de diversos municípios do interior do Rio de Janeiro. Saímos da audiência com o dever de cobrar os representantes da Enel a realização das propostas que foram debatidas e com o objetivo de que, em breve, possamos chegar a um acordo que não prejudique mais os cidadãos da cidade e de toda a zona rural”, explicou.
Compuseram a mesa o presidente da Codecon, o deputado estadual Luiz Martins (PDT); o deputado estadual Paulo Ramos (PDT); o prefeito de Macuco, Bruno Boaretto; os vereadores Carlos Alberto (presidente da Câmara de Macuco) e Cássio Daflon; a advogada Solange Borges da Codecon e representantes da Enel. Além de moradores da região, organizações da sociedade civil e produtores rurais, participaram da audiência o secretário de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Aquicultura de Macuco, Luiz Felipe Carvalho; e vereadores dos municípios de Macuco, Duas Barras, São Sebastião do Alto, Cantagalo, Trajano de Moraes, Bom Jardim e Cordeiro.