Voltar

Notícias

Presidente Temer se reúne com governador, no Rio, para balanço das operações de segurança


31 de julho de 2017 70 visitas

A Operação “O Rio quer Segurança e Paz”  já resultou em redução da criminalidade, especialmente do roubo de cargas, e entrará agora em uma segunda fase, de combate direto às organizações criminosas, segundo afirmou hoje (30/07) o presidente da República, Michel Temer, após reunião com o governador Luiz Fernando Pezão e outras autoridades, no Comando Militar do Leste, no Centro do Rio.

– A Operação comporta várias fases, como já disse o ministro Raul Jungmann. Uma segunda fase cuidará do combate direto, mais objetivo, em relação às organizações criminosas, da questão das armas, do tráfico de drogas, enfim, das organizações criminosas em geral – disse o presidente em pronunciamento.

O presidente também confirmou que as tropas poderão permanecer no Estado até o final de 2018 e anunciou que a Guarda Municipal do Rio de Janeiro vai se juntar às demais forças de Segurança envolvidas na Operação. Após a reunião, Temer e o governador sobrevoaram as áreas ocupadas pelas forças de segurança.

– No meu decreto, assinado sexta-feira, fixei, por razões do ano fiscal, que essa operação se dará até 31 de dezembro de 2017, mas nada impedirá que, no começo do ano que vem, nós renovemos esse decreto para fazê-lo vigorar até o final de 2018 e, evidentemente, tudo isso poderá indicar que a ação conjunta e coordenada entre essas forças de segurança possa ampliar-se depois para os anos seguintes – afirmou o presidente.

O secretário de Estado da Casa Civil e Desenvolvimento Econômico, que também participou da reunião, destacou a importância do apoio do governo federal às ações estaduais de Segurança, em meio ao processo de recuperação fiscal do Rio de Janeiro.

– É importante, nesse momento de recuperação fiscal do estado, que a gente tenha, verdadeiramente, esse apoio do governo federal, visto que esse enfrentamento era necessário. A população já clamava por isso e o governador Pezão, juntamente com o presidente Temer, conseguiu mostrar a urgência dessas ações, principalmente, no enfrentamento ao roubo de cargas, no combate ao tráfico de drogas, restabelecendo a paz para a população do estado.

Também participaram da reunião com o presidente Michel Temer e o governador Luiz Fernando Pezão o secretário de Segurança do Rio, Roberto Sá; o comandante da PM, Coronel Wolney Dias; o chefe da Polícia Civil, Carlos Leba; o ministro da Defesa, Raul Jungmann; o ministro da Justiça, Torquato Jardim; o general Braga Netto, comandante do CML; o prefeito do Rio, Marcelo Crivella; o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles; e o ministro-chefe da Secretaria Geral da presidência, Moreira Franco.

Fotos: Paulo Vitor