Voltar

Notícias

PRESERVAÇÃO DE NASCENTES MELHORA OFERTA DE ÁGUA NO NOROESTE


7 de março de 2016 206 visitas

Em Itaocara, mais de 160 fontes foram preservadas por agricultores

O município de Itaocara, no Noroeste Fluminense, conta com forte mobilização dos agricultores nas microbacias hidrográficas. A conscientização dos produtores rurais contribuiu para a adesão aos projetos desenvolvidos pelo Rio Rural, programa da Secretaria de Agricultura. Desde o seu lançamento, há seis anos, a campanha Água Limpa para o Rio Olímpico já protegeu 164 nascentes no município.

Na propriedade dos irmãos Odilon e Gessevaldo do Couto, na microbacia Córrego do São Luiz e Jararaca, o projeto de proteção de nascentes apresenta bons resultados.

– A ajuda do Rio Rural para a compra de material e o apoio técnico foram fundamentais. Os animais deixaram de ter acesso ao local e a vegetação agora pode crescer com vigor – afirmou Odilon.

Após a proteção da nascente, a família investiu no sistema de irrigação por gotejamento, no qual a água é enviada para a planta de forma direcionada, por meio de pressão em tubos de plástico, evitando o desperdício. Como a infiltração acontece de forma direta no solo, o aproveitamento hídrico é de 95%.

– Isso beneficia o meio ambiente, pois a intenção em qualquer lavoura é o uso eficiente da água, na medida necessária para garantir a saúde dos vegetais – explicou Evanildo Júnior, técnico do programa Rio Rural na microbacia Córrego do São Luiz e Jararaca.

>>> Microbacia – Outro bom resultado com a preservação de nascentes em Itaocara foi observado na microbacia Valão Santo Antônio. Há quatro anos, cerca de um hectare de terra foi protegido na propriedade do pecuarista e médico veterinário Gustavo Maforte. O cercamento fornecido pelo Rio Rural ajudou a preservar o entorno, incluindo um açude próximo ao local.

– Acredito que todo produtor pode contribuir para melhorar o planeta e proteger as nascentes – disse Maforte.