Voltar

Notícias

Polícia ambiental flagra extração ilegal de recursos minerais em parque


31 de agosto de 2015 192 visitas

Ação ocorreu no Parque Estadual do Desengano, em Madalena.
Equipamentos e objetos utilizados na atividade foram apreendidos.

Policiais militares ambientais do Parque Estadual do Desengano (PED) flagraram um acampamento utilizado como base para a extração ilegal de recursos minerais durante uma operação realizada neste sábado (29). A incursão foi feita por 28 guarda-parques pela mata da Serra Dubois, no município de Santa Maria Madalena, onde eles encontraram barracas de acampamento com roupas, mantimentos e ferramentas. Ninguém foi preso.
No local também foram apreendidos equipamentos de perfuração e implosão. Os policiais da Unidade de Policiamento Ambiental (UPAm) do Desengano pernoitaram na mata próximo ao alojamento, mas não localizaram nenhum suspeito. Os agentes destruíram o acampamento, conforme está previsto nos artigos 25 e 55 da Lei de Crimes Ambientais 9605/98, e o material foi conduzido para a 156ª DP de Madalena.

O chefe do Parque Estadual do Desengano, Carlos Dário, ressaltou a dificuldade de acesso a esses locais remotos para se fazer o flagrante da atividade irregular de mineração.
“Esse tipo de operação de fiscalização é extremamente complicada, considerando os locais onde são feitas as extrações e a dificuldade de efetuarmos os flagrantes. Os pseudo-mineradores colocam olheiros em pontos estratégicos e abandonam o local diante da presença da polícia, deixando tudo para trás, como ocorreu”, disse Dário.
Somente este ano já foram realizadas 38 operações nestes mesmos padrões, envolvendo diferentes substâncias minerais, área explorada e localidades distintas.