Voltar

Notícias

Palestina ganha prêmio de melhor professora do mundo


14 de março de 2016 371 visitas

Uma palestina, Hanan Al Hroub, venceu o prêmio de melhor professor do mundo concedido pela Fundação Varkey e dotado de US$ 1 milhão, uma distinção anunciada no domingo (13) pelo papa Francisco em uma transmissão de vídeo em Dubai.
“Felicito Hanane por ter ganhado esse prêmio de prestígio, em razão da importância que atribui às brincadeiras na educação das crianças”, declarou o papa. “A criança tem o direito de brincar. Parte da educação é ensinar-lhes como brincar para aprender brincando.” Hanane receberá o prêmio em dez parcelas.

A cerimônia ocorreu na presença do xeque Mohammad ben Rached al-Maktoum, governante de Dubai, que patrocina a Fundação Varkey. A professora, que leciona em uma escola secundária em Al-Bireh, na Cisjordânia, nasceu e cresceu em um campo de refugiados palestinos.

Ela desenvolveu uma abordagem lúdica, que resumiu no livro “Brincar e Aprender”, que também visa a combater a violência nas escolas, um ambiente muitas vezes traumatizado pelo impacto do conflito israelense-palestino.

A cerimônia também foi assistida por vídeo pelo vice-presidente americano, Joe Biden, e pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon. A Fundação Varkey foi criada por Sunny Varkey, um indiano residente em Dubai, presidente da empresa GEMS, dedicada à educação.