Voltar

Notícias

Os 50 Anos da Biblioteca Pública de Cordeiro


2 de janeiro de 2019 1.033 visitas

Uma tarde de justas homenagens e emoções

????????????????????????????????????
????????????????????????????????????

IMPRENSA CORDEIRO/CIDADE EXPOSIÇÃO

Quem preza a literatura, ama os livros e não dispensa o prazer de uma boa leitura viveu momentos de grande emoção e contentamento na tarde do dia 19 de dezembro, no Centro de Inclusão Digital Dilta de Carvalho Feijó, sede da Secretaria de Educação de Cordeiro que abrigou a Solenidade de Comemoração dos 50 Anos da Biblioteca Pública Municipal Ítalo Mileno Lopes.

Dezenas de pessoas, entre autoridades públicas, personalidades das artes e leitores assíduos encontraram um clima de festa desde o primeiro momento, já que o cinquentenário teve uma programação especialmente preparada pelas funcionárias da Biblioteca Municipal, que não mediram esforços para proporcionar aos convidados momentos agradáveis numa tarde inesquecível e muito agradável.

Mestres de cerimônia do evento, o secretário de Cultura, Luiz Antônio Medeiros, e sua fiel escudeira Rejane Nunes comandaram com sutileza e perfeição cada sequência do dia do cinquentenário. No primeiro instante, uma bela demonstração de reconhecimento às servidoras de ontem e de hoje, que de forma direta fazem parte da construção da história do espaço cultural tão importante para os munícipes cordeirenses.

Representando a Administração Municipal, o prefeito Luciano Batatinha acompanhou toda programação ao lado da vice-prefeita Maria Helena e da secretária de Educação Telma Macedo. Os integrantes do Poder Executivo fizeram um discurso similar, destacando as gerações de pessoas que foram beneficiadas através das pesquisas colegiais ou mesmo se associando à Biblioteca Municipal para manter intacto o hábito da leitura. “Momento marcante de nossa cultura”, resumiu o prefeito Luciano Batatinha.

Figuras lendárias da Biblioteca Municipal foram lembradas, algumas de saudosa memória, como a professora Ione Pecly, cuja homenagem foi entregue às filhas e bisnetas, que não esconderam a emoção. A ex-secretária de Educação Virgínia Tavares também relembrou momentos marcantes da historia. Contudo, o clima de maior comoção foi quando houve uma citação especial seguida da exibição de um vídeo alusivo ao trabalho da bibliotecária Laura Coelho, que completa 32 anos de serviços prestados à entidade cultural cinquentenária.

Aniversariante do dia, Laurinha, como é carinhosamente conhecida, também foi às lágrimas com a demonstração de carinho e afeto de parentes e amigos. “Essa biblioteca é minha vida, é um pedaço de mim e me orgulho imensamente em poder fazer parte dessa história, que foi construída por muitos cordeirenses com empenho, amor e muita responsabilidade para deixar um legado às gerações futuras. Obrigada a todos que estiveram conosco nesse momento marcante”, discursou a bibliotecária Laura.

Após a solenidade foram sorteados brindes e um coquetel foi oferecido aos convidados. O vereador Pablo Sérgio representou a Câmara Municipal de Cordeiro.