Voltar

Notícias

OAB do Rio discute se vai pedir impeachment de Pezão


18 de abril de 2017 237 visitas

Sessão acontece nesta terça-feira. Para muitos dos 160 membros, não pagar os salários dos servidores, a política equivocada de incentivos fiscais e o calote na União caracterizam crime de responsabilidade

ADRIANA CRUZ

Rio – O Conselho Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil do Rio (OAB-RJ) discute hoje se vai pedir o impeachment do governador Luiz Fernando Pezão. Para muitos dos 160 membros, não pagar os salários dos servidores, a política equivocada de incentivos fiscais e o calote na União caracterizam crime de responsabilidade.

A sessão contará com a presença de representantes de centrais sindicais das áreas de ensino, segurança, comércio e bancos; conselhos de economia, administração, indústria e contabilidade.

Enquanto não há consenso sobre o destino de Pezão, o órgão já decidiu que a Ordem entrará na Justiça pedindo a suspensão dos salários dos cinco conselheiros e um aposentado do Tribunal de Contas do Estado (TCE) acusados de corrupção. Os ativos recebem R$35.762,84, por mês, somados os auxílios, como o de moradia. Amanhã, o Tribunal Superior de Justiça decide se mantém o afastamento dos conselheiros por 180 dias, como determinou o ministro Félix Ficher.