Voltar

Notícias

Macuco faz 21 anos de emancipação política e administrativa


28 de dezembro de 2016 240 visitas

A data 28 de dezembro de 1995 é histórica e inesquecível para a população macuquense. Foi neste dia, depois de extenso e cansativo processo de luta liderado pelo emancipacionista José Carlos Boaretto, que finalmente foi sancionada a Lei n° 2497, numa solenidade mais que aguardada e realizada no Palácio do Ingá, em Niterói, culminando com a criação do município de Macuco. Com a notícia, o povo saiu às ruas e festejou enfim a sonhada liberdade e independência de Cordeiro, de quem era distrito.

Hoje, 21 anos se passaram e o momento econômico não é dos mais favoráveis, haja vista a tão indesejada, contudo real, famigerada e devastadora crise financeira que vem assolando não só Macuco, mas o país inteiro e muitas vezes frustrando ações voltadas ao bem estar da população. Em Macuco, a escassez de recursos continua incomodando e impedindo muitas coisas, como as comemorações pela data histórica da emancipação, que não poderão ser feitas da forma como a Administração Municipal gostaria, como conta o prefeito Félix Lengruber.

“Trata-se de uma data singular para nossa terra, que também nos remete a uma reflexão para lembrar aqueles que deram muito de si para que Macuco alcançasse a tão sonhada autonomia. Emociono-me ao recordar que ainda jovem vivenciei a luta do líder e padrinho político José Carlos Boaretto, personalidade que fez da emancipação um ideal e lutou incansavelmente em defesa de nossos direitos como cidadãos macuquenses”, relembra Lengruber.

Reabordando as dificuldades, Félix disse que adoraria que a situação fosse diferente e que existissem recursos excedentes para garantir que os festejos se dessem com toda visibilidade e da forma que a população gostaria. “Preciso ser responsável no que se refere às questões financeiras da municipalidade exatamente no momento em que me aproximo do final de meu mandato. Seria ótimo realizar uma grande festa, mas a ocasião não é propícia e as pessoas certamente me darão razão ao conhecer a real situação financeira que as prefeituras vivem nesse momento”, emendou o prefeito.

Ao parabenizar sua terra e os moradores pelos 21 anos da conquista, Félix Lengruber declarou que a luta deve continuar em Brasília para que Macuco resolva as questões territoriais e deixou uma mensagem de otimismo. “Conseguimos, depois de muitos anos, reabrir o processo de luta pelos direitos territoriais e essas batalhas devem ser mantidas para conquistarmos de fato e por direito tudo que é de Macuco. Agradeço a todos os macuquenses pelo acolhimento nesses quatro anos de trabalho, desejo um ano novo repleto de paz e saúde e reafirmo meu desejo de contribuir com minha cidade em tudo que estiver a meu alcance”, destacou Félix Lengruber.