Voltar

Notícias

ID Jovem foi emitida por apenas 20% do público-alvo no Rio


29 de junho de 2017 248 visitas

Lançado em setembro de 2016 pelo governo federal, documento concede desconto ou gratuidade em viagens interestaduais e meia-entrada em eventos culturais e esportivos para jovens de baixa renda

GUSTAVO RIBEIRO

Rio – A ID Jovem, documento que oferece desconto ou gratuidade em viagens interestaduais para jovens de baixa renda, foi emitida por apenas 20% das 800 mil pessoas que têm direito ao benefício no estado. Lançada em setembro pelo governo federal, a iniciativa também concede meia-entrada em eventos artísticos, culturais e esportivos. O programa ganhará divulgação massificada nesta quinta-feira no Rio, com cerimônia no Museu do Amanhã, na Praça Mauá, às 10h. Estarão presentes representantes dos governos municipal, estadual e federal.

A ID Jovem é dirigida a jovens entre 15 e 29 anos com renda familiar de até dois salários mínimos. Além da meia-entrada em eventos, eles têm direito a duas vagas gratuitas nos ônibus e trens interestaduais e outras duas com desconto de 50%, quando as duas primeiras já estiverem esgotadas. A partir deste ano, o documento garantiu isenção da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Escolas da rede estadual estarão abertas ao cadastramento nas diversas regiões da cidade do Rio de Janeiro, a partir do dia 8 de agosto.

Para o secretário de Esporte, Lazer e Juventude, Thiago Pampolha, o programa é de extrema importância, pois proporciona a uma parcela da juventude que pode estar entrando em sua capacidade produtiva, mas que ainda não tem condições financeiras de promover seu próprio sustento, uma ferramenta de apoio complementar a programas como o da meia-entrada.

COMO EMITIR E USAR O BENEFÍCIO

A emissão da Identidade Jovem é gratuita, fácil, rápida e segura. Basta acessar o benefício pelo site da Caixa Econômica Federal (www.caixa.gov.br/idjovem), ou por aplicativo para smartphone. Para se cadastrar no CadÚnico e retirar o NIS, necessário para ter direito ao ID Jovem, basta comparecer a um Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) municipal. Responsável pela coordenação do programa, a expectativa da Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) é atender a cerca de 16 milhões de jovens no país.

Para ter acesso aos benefícios contemplados pelo programa federal, é preciso apresentar o cartão ID Jovem no ato da compra do ingresso ou bilhete e no momento da entrada do evento ou no embarque no transporte interestadual. O cartão é virtual e deverá ser apresentado nos estabelecimentos na tela do smartphone ou impresso pela página da internet. Para usar o ID Jovem é preciso que o benefício esteja dentro do prazo de validade e acompanhado de documento oficial de identificação com foto (carteira de Identidade, por exemplo).

EXIGÊNCIAS

Ter entre 15 e 29 anos
O benefício vale também para não estudantes.
Estar inscrito no Cadastro Único do Governo Federal
Para incluir ou atualizar seus dados, procure o Centro de Referência de Assistência Social – CRAS ou o setor responsável pelo Cadastro Único da sua cidade.
Estar com o Cadastro atualizado
Possuir cadastro atualizado no Cadastro Único há pelo menos 24 meses.
Ter renda familiar de até dois salários mínimos
A renda familiar mensal não pode ultrapassar dois salários mínimos.
Saber o NIS
Você precisa ter em mãos o Número de Identificação Social. Não sabe o seu? Consulte seu  Cartão Cidadão, no extrato do FGTS, na sua Carteira de Trabalho, no aplicativo da IDJovem.