Voltar

Notícias

HORTO FLORESTAL DE TRAJANO GANHARÁ OBRAS DE INFRAESTRUTURA


1 de junho de 2017 46 visitas

Parceria da prefeitura e Inea fará do local, a maior área de lazer aberta na região
 
O Horto Florestal de Trajano de Moraes que atualmente produz mudas de plantas nativas, frutíferas e exóticas para reflorestamento e recuperação de áreas degradadas, receberá obras de infraestrutura que vão aumentar a capacidade de produção do local e promete ser na região, a maior área de lazer protegida.
 
Administrado atualmente pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), a iniciativa foi um pedido do prefeito Rodrigo Viana, ao Deputado e Secretário Estadual do Ambiente André Corrêa. A transformação vai permitir que o espaço tenha múltiplos usos. “Esse é mais um compromisso da gestão com a população de Trajano de Moraes. Agradeço ao Deputado André Corrêa por mais esse incentivo”, destacou o prefeito.
 
Um dos objetivos é manter o espaço aberto à visitação pública, com direito a desenvolvimento de projetos pedagógicos e de pesquisa científica, promoção de atividades ecológicas e de lazer, com instalação de equipamentos de esportes de aventura, como arborismo, tirolesa, trilhas e outras atividades, além da despoluição da represa e dos afluentes com captação e tratamento de todo o esgoto.
 
Algumas ações se destacam no projeto, como a criação de um mirante, academia ao ar livre, áreas com decks, retirada de linhas de energia elétrica que passam sobre a Floresta Estadual (Floe), colocação de cerca viva onde hoje há um alambrado visando minimizar o impacto estético visual da área.
 
Durante uma caminhada com os engenheiros e técnicos do Inea, o prefeito Rodrigo Viana destacou a construção de um prédio administrativo e a reforma do antigo prédio que se tornará área de apoio administrativo. “Aqui também terá um auditório para eventos, palestras e reuniões além de galpão de uso diversificado”, disse.
 
O projeto conta ainda com a ampliação de trilhas de caminhadas e de esportes como ciclismo, área de estacionamento para suporte ao acesso dos usuários do parque. “Vai ficar muito organizado. Teremos área de apoio a cavalgadas e o mais importante e almejado pela população de Trajano de Moraes, a despoluição da represa visando sua balneabilidade, com área específica para banhos e normatização para uso de pequenas embarcações”, acrescentou o vice-prefeito Jorge Diniz.
 
O projeto, que está em finalização com a escolha dos pontos onde serão acomodados os prédios, foi apreciado pela equipe de governo e vereadores. “Esse projeto é um compromisso da gestão e do deputado estadual André Corrêa com a população trajanense. Ele é esperado há anos principalmente pela população do bairro da Represa e adjacências”, frisa Jorginho.
 
Dentro dos limites da unidade existem cerca de 60 espécies florestais, distribuídas entre 23 famílias botânicas. A denominação da Floresta Estadual homenageia o ex-chefe do Horto Florestal José Zago que começou a trabalhar no horto em 1977, assumiu a chefia em 1988 e permaneceu no cargo até se aposentar, em 2008.