Voltar

Notícias

Greve dos bancários continua sem previsão para acabar no país


23 de setembro de 2016 412 visitas

Paralisação completará 18 dias nesta sexta-feira

O DIA

Rio – A greve dos bancários completa, nesta sexta-feira, 18 dias sem perspectiva de fechamento de acordo com os bancos. Ontem, segundo a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), a paralisação afetou 13.159 agências em todo o país, incluindo as do Rio. O número representa 55% do total.

Diante do impasse, o Comando Nacional dos Bancários se reúne segunda-feira, em São Paulo para definir os próximos passos do movimento. Não há previsão de nova negociação.

No Rio, a OAB-RJ entrou com ação civil pública com pedido de “restabelecimento imediato, durante o expediente bancário, de efetivo mínimo de 30% dos funcionários nas agências conveniadas com órgãos do poder judiciário em todo o Rio de Janeiro”. A OAB alegava que a greve impede “o cumprimento dos mandatos judiciais de pagamento dos valores depositados em contas judiciais”.

De acordo com o Sindicato dos Bancários do Rio, o juiz titular da 60ª Vara do Trabalho, Robert de Assunção Aguiar, determinou apenas que duas agências em todo o município (uma da Caixa Econômica, na Rua do Lavradio, no TRT e outra do Banco do Brasil, no Fórum Central, na Av. Erasmo Braga) façam este tipo de atendimento.