Voltar

Notícias

Governo do Estado apresenta plano para combater roubo de cargas


22 de julho de 2017 37 visitas

O governador em exercício, Francisco Dornelles, se reuniu, nesta sexta-feira (21/7), no Palácio Guanabara, com representantes de 30 setores da iniciativa privada, além da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) e do Sistema Fecomércio-RJ, para debater o plano de enfrentamento ao roubo de cargas, elaborado pela Secretaria estadual de Segurança. O plano foi apresentado pelo subsecretário de Comando e Controle da Secretaria de Segurança, delegado Rodrigo Alves, representando o secretário de Segurança, Roberto Sá, que estava em Brasília. O objetivo é que a iniciativa privada possa dar contribuições para o plano, que deve ser finalizado na próxima semana.

– As forças de segurança do estado vão implantar, a curto prazo, um plano de ação que ataque esse tipo de crime. O problema de roubo de carga atinge o coração do desenvolvimento do Rio e precisa de prioridade – afirmou Dornelles.

O subsecretário Rodrigo Alves destacou também que será criado um grupo integrado de enfrentamento ao roubo de cargas, que funcionará no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), reunindo as polícias Civil e Militar e o Instituto de Segurança Pública (ISP). Foram convidados a participar do grupo de trabalho as polícias Federal e Rodoviária Federal, a Secretaria Nacional de Segurança Pública, a Força Nacional, prefeituras fluminenses e representantes do empresariado.

De acordo com o secretário da Casa Civil e Desenvolvimento Econômico, Christino Áureo, os ajustes finais do plano serão feitos na próxima semana.

– Essa questão do roubo de cargas é seríssima, provocando prejuízos para a área econômica e perda de vidas. A Secretaria de Segurança elaborou uma base e nós, agora com a colaboração de entidades empresariais,vamos ter, ao longo da próxima semana, reuniões específicas com as secretarias de Segurança, da Casa Civil e Desenvolvimento Econômico, polícias Militar e Civil e Polícia Rodoviária Federal. Até sexta-feira, serão anunciados o plano e o valor do seu orçamento. Enquanto não temos os recursos da recuperação fiscal, o governador nos autorizou a remanejar recursos, de áreas meio, visando a dar às polícias um orçamento específico para essas operações – adiantou o secretário Christino Áureo.

Também participaram da reunião o comandante da Polícia Militar, coronel Wolney Dias, o chefe de Polícia Civil, delegado Carlos Leba, e o superintendente da Polícia Rodoviária Federal no Rio, José Roberto Gonçalves de Lima Neto.