Voltar

Notícias

Governo avalia que teve apoio expressivo em votação da PEC dos gastos públicos


11 de outubro de 2016 370 visitas

Depois da aprovação da PEC 241, que estabelece um teto para os gastos públicos, o presidente, Michel Temer, agradeceu aos 366 deputados que votaram a favor da proposta. Segundo um comunicado divulgado pelo porta-voz do governo, Alexandre Parola, o placar foi considerado uma aprovação expressiva, em se tratando de uma semana com feriado.

Na nota, Temer ressaltou que o reequilíbrio das contas é um meio para retomada do crescimento, redução das taxas de juros e aumento do emprego. E citou, várias vezes, a geração de empregos, segundo ele, prioridade central do governo. O porta-voz da presidência voltou a destacar que a PEC 241 não retira direitos previstos na Constituição e preserva os gastos nas áreas de saúde e educação.

Os deputados aprovaram o texto-base e rejeitaram todos os oito destaques, que previam alterar a proposta. Com isso, a PEC retorna para a Comissão de Constituição e Justiça. No dia 24, retorna ao plenário para votação em segundo turno. Para aprovar uma PEC, são necessários, pelo menos 308 votos de deputados em dois turnos de votação.