Voltar

Notícias

EUA acatam decisão de juiz que suspende medidas anti-imigração de Trump


5 de fevereiro de 2017 317 visitas

O Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos (DHS, sigla em inglês) informou hoje (4) em nota que suspendeu as ações para implementação do veto do presidente Donald Trump para que refugiados e cidadãos de sete nações predominantemente muçulmanas entrem nos Estados Unidos. O Departamento acatou a decisão do juiz federal James Robart, do estado de Washington.

Robart determinou, na sexta-feira (3), a suspensão temporária da ordem de Trump, que levaria à revogação de 60 mil a 100 mil vistos, segundo funcionários dos departamento de Justiça e do Estado. A ordem de Trump abrange a Síria, Líbia, Sudão, Irão, Somália, Iêmen e Iraque.

“Em acordo com a decisão do juiz, o DHS suspendeu todas e quaisquer ações que implementassem as seções afetadas da Ordem Executiva intitulada Protegendo a Nação contra a Entrada Terrorista Estrangeira nos Estados Unidos. Isso inclui ações para suspender as regras do sistema de passageiros que identificam os viajantes para a ação operacional sujeita à Ordem Executiva”, diz a nota.

Com isso, o Departamento diz que a inspeção dos viagens retomará o procedimento padrão.

A nota acrescenta, no entanto, que a Ordem presidencial é “legal e apropriada” e destina-se a “proteger a pátria e o povo americano, e o presidente não tem dever e responsabilidade maior do que fazê-lo”. O Departamento de Justiça pretende retirar o estado de emergência dessa decisão judicial e defender o decreto de Trump “o mais cedo possível”. O presidente americano afirmou mais cedo que pretende recorrer da decisão judicial.

Edição: Lidia Neves