Voltar

Notícias

Dia D de Combate ao mosquito Aedes Aegypti em Cordeiro


16 de março de 2017 358 visitas

Representantes de 61 municípios estiveram reunidos na Secretaria de Estado de Saúde na semana passada, com técnicos da Vigilância Epidemiológica e Ambiental. O objetivo do encontro foi traçar as estratégias de mobilização popular para o próximo sábado, dia 18 de março, quando está prevista, a partir de convocação da instituição estadual, a realização do ‘Dia D de Combate ao mosquito Aedes Aegypti’.

Em Cordeiro, seguindo o planejamento estadual, o evento ocorrerá no sábado, 18, a partir das 9 horas da manhã, no Instituto de Educação Inocêncio de Andrade, educandário localizado no centro da cidade, onde serão debatidos importantes temas para o combate ao mosquito e apresentadas as ações da Secretaria de Saúde local visando o enfrentamento das doenças que tanto assustam os munícipes. “A união de esforços é o segredo de contenção de doenças como Dengue, Zika Vírus, Chikungunya e Febre Amarela em nossa cidade. Esperamos contar com a presença maciça das lideranças da cidade”, disse a secretária de Saúde, Vânia Huguenin.

Embora os dados apontem uma redução nos índices de infestação do mosquito, é fundamental que a participação popular continue intensa, já que um dos responsáveis pela queda nesses percentuais tem sido exatamente o engajamento das pessoas no dia a dia, fortalecendo o combate aos possíveis focos. Para que isso se mantenha, é essencial que as instituições governamentais busquem a melhor forma de mobilizar a população de cada cidade, como acontecerá em Cordeiro no sábado.

Representantes da Secretaria de Saúde estão trabalhando na divulgação da campanha e convidando as lideranças locais para o evento. Eles têm a previsão de contar com diretores de escolas das três redes de ensino, líderes católicos e evangélicos, presidentes de associações de moradores, dirigentes de instituições não governamentais e demais personalidades ligadas ao esporte, saúde e entidades sociais.

Durante o encontro no Rio de Janeiro foi apresentado o número de casos de cada doença transmitida pelo vetor. Em 2017, já foram notificados 1.669 casos de dengue, 498 de Chikungunya e 269 de Zika em todo o estado. Os participantes também conheceram a nova campanha para crianças e jovens, com a criação do personagem Dezinho, um menino comum, mas que, ao soar o alarme do relógio, se transforma em um super-herói que tira dez minutos por semana para uma vistoria completa em casa. “Vejo como mais uma iniciativa positiva, pois o objetivo é ter as crianças como protagonistas da conscientização das famílias”, reconheceu Vânia Huguenin.