Voltar

Notícias

Corpo de Bombeiros se prepara para competição nacional


15 de junho de 2017 170 visitas

Equipes de todo o país disputam vagas para o Desafio Mundial de Resgate Veicular

 

 No Centro de Instrução Especializada de Bombeiros (Cieb), em Guadalupe, uma equipe do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) se prepara para uma competição e, ao mesmo tempo, se aprimora ainda mais para o atendimento e salvamento em acidentes. Sob o comando do capitão Fábio Contreiras, comandante do Cieb, o grupo de militares, especializado em retirar vítimas de veículos em casos de colisões e capotamentos, treina para a seletiva nacional do Desafio Mundial de Resgate Veicular.

Na cidade de Chapecó, em Santa Catarina, entre os dias 13 e 15 de julho, bombeiros (militares e voluntários) dos 26 estados e do Distrito Federal terão que mostrar, em situações simuladas, a maior perícia em menos tempo para resgatar acidentados. Os dois melhores times vão participar do Desafio Mundial de Resgate Veicular (WRC, em inglês), que acontecerá entre os dias 30 de agosto e 3 de setembro, em Targu Mures, na Romênia.

A competição internacional acontece desde 1999, mas este será o segundo ano em que brasileiros participam. A expectativa da equipe do CBMERJ é de conquistar uma das vagas para o evento na Europa.

– Selecionamos uma equipe que já atua nesse tipo de resgate e estamos treinando intensamente. Além disso, este ano conseguimos uma parceria com o Detro (Departamento de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro), que está nos fornecendo carros inutilizados para rodar em vias, mas que são de extrema importância para treinarmos todos os cenários em que precisamos atuar em casos de acidentes de trânsito – explicou o capitão Contreiras.

No desafio, vários quesitos são observados e pontuados, como tempo do resgate, integração da equipe e utilização das ferramentas. Mas o ponto mais importante é o cuidado com que se retira a vítima, de modo a não agravar possíveis lesões ocorridas durante o acidente. Acidentes com veículos, incluindo motos, são as ocorrências mais comuns atendidas pelos bombeiros no Brasil.

Foto: André Gomes de Melo