Voltar

Notícias

Cordeirenses se unem contra prefeito Luciano Batatinha


8 de outubro de 2017 249 visitas

O pacote de cortes, inteligentemente apelidado de ”pacote de maldades” proposto pelo prefeito Luciano Batatinha(PPS) à Câmara de Vereadores está gerando uma onda de situações inusitadas em Cordeiro.  Pela primeira vez a Câmara de Vereadores está recebendo a população. A falta de interesse da comunidade em visitar as sessões da Câmara não é oriunda de um desinteresse social pelo papel legislador na democracia. É um desinteresse aos postulados vereadores da cidade de Cordeiro. Ninguém se interessa em ir ao plenário para assistir vereadores dizendo que os mesmos deveriam ter direito à vaguinhas na Prefeitura. Ninguém se interessa em ir na Câmara por entender que o presidente da Câmara e quase todos os outros vereadores vão criticar o governo executivo, mas no final da fala vão dizer que confiam e querem trabalhar de mãos dadas ao prefeito. Ou além, ninguém quer ir a Câmara  e ”ouvir o silêncio” dos vereadores que nunca expressam seus direitos de defender a população.

Outra mudança que esse pacote de cortes, proposto pelo prefeito, vem causando na cidade é a união dos munícipes em acreditar que Luciano Batatinha é de fato um administrador fraco e sem qualquer interesse no desenvolvimento ou resguardo da população. Cordeirenses que antes não se uniam contra ou a favor do executivo municipal estão agora compartilhando a mesma ideia de que Luciano Batatinha pode não ter um futuro tão duradouro como prefeito. Mesmo quando divulgado e comentado massivamente os números que Luciano tinha feito mais de uma centena de nomeações para cargos comissionados na prefeitura em 6 meses de mandato, não se falava tanto sobre a falta de controle do prefeito e de sua equipe. Ou até mesmo quando o prefeito permitiu que o único hospital público da cidade se fechasse ao desespero da população. Nunca se quis tanto que Luciano deixasse o comando da cidade.

Foi então que Luciano Batatinha e sua equipe decidiram mexer com o salário dos servidores municipais e de um erro como esse ninguém escapa.

Se observarmos num espectro maior, o estado do Rio de Janeiro, por exemplo. Quando o governo estadual, comandado pelo órfão dos Cabral, Luiz Fernando Pezão quis mexer com a contribuição dos servidores, os brados funcionários foram as ruas em torno da ALERJ  gritando o desespero de quem já recebia mal, agora teria que contribuir mais.  Esses funcionários gritaram, brigaram, atearam fogo e entraram em confronto com a polícia.

Em Cordeiro, com o erro fatal de Luciano Batatinha em mexer nos salários dos servidores quem se viu cara a cara com a populações foi a Câmara.

Os onze vereadores, que se enfrentam até na hora de anunciar quem conseguiu a verba com o governo, se viram com a necessidade de defender quem votou neles. E esta pode ser a primeira  vez que os vereadores de fato vão defender a população como um todo.

O presidente da Câmara, Elielson Francinha, disse em entrevista à uma TV que vai votar de acordo com a consciência dele. E esperamos firmemente que a consciência do primo do prefeito não seja de que o cordeirense, que já enfrenta crise nacional e a crise estadual venha perder parte dos péssimos salários que recebem.

É importante que a população, que agora está tão unida, permaneça unida quando for marcada a votação desse projeto abusivo proposto por Luciano Batatinha e que esteja lá no plenário da Câmara para saber quem são os vereadores que são capachos do executivo municipal.

Vai ser importante pressionar os vereadores para que deixem de lado o amor fraterno ao prefeito e vote a favor da população.
Por isso todo cordeirense deve procurar o vereador que escolheu em 2016 e perguntar a ele como será o voto. A favor da população cordeirense ou a favor dos erros do prefeito.

E assim, com uma subsequente escalada de erros Luciano Batatinha consegue, em menos de um ano, se tornar o prefeito com menor índice de aprovação na história de Cordeiro.
Mesmo com a Câmara de Vereadores a seu favor e mesmo com a retórica em dizer que tudo de errado que acontece é culpa da gestão de Leandro Monteiro ou dos outros que passaram pela prefeitura, Luciano Batatinha se projeta como a pior escolha de 2016.

  • RAPIDINHAS:
    • Depois que vazou a lista de cargos que o prefeito de Luciano Batatinha está querendo criar uma fila de pessoas já se formou em frente da prefeitura de Cordeiro esperando a hora de subir as escadas de mandeira.
    • Os vereadores que votarem a favor da criação desses novos cargos estarão se expondo ao limite e o blog já avisar que vai manter a população informada de cada voto.  Faremos uma edição especial ” VEREADORES INSANOS QUE VOTARAM A FAVOR”
    • O discurso da vereadora Jussara Barrada quando foi anunciar que o hospital tinha conseguido os 300 mil reais para pagar as certidões atrasadas do HAC foi lamentável. Ela teceu elogios até ao vereador amigo que ”ouviu as reclamações dela”. A vereadora pode agradecer a todos que ajudaram, mas usar a tribuna da câmara como altar próprio? Menos, vereadora! Vamos sempre manter o decoro e trabalhar. Aí o povo gosta!
    • Na sessão seguinte, Furtuoso quis gozar do trabalho feito por Fabiola Bianchini e Jussara Barra em conseguir o dinheiro para pagar as certidões do HAC, mas Jussara não deixou. A vereadora detalhou que apenas ela e Fabiola Bianchini foram as responsáveis. Fizeram certo.
    • A prefeitura mudou o conselho do CATU(Conselho Admistrativo do Transporte Universário) vamos ver se os novos membros conseguem colocar na cabeça de Luciano Batatinha que o transporte tem que ser 100% gratuíto.
    • As pessoas estão ficando mais interessadas em política. O blog recebe milhares de acessos e os vídeos da Câmara estão com mais visualizações no Youtube.
    • O blog notou que alguns vereadores não usam nunca(ou quase nunca) o direito de falar nas sessões. André Chupeta, Marcelo e Thiago queremos ouvir o que vocês pensam. A importância da tribuna livre ou dos seus microfones é imensa. Façam por onde!
    • O ex-secretário de cultura de Cordeiro remanejado a diretor, disse uma vez que o blog não fala bem da atual admistração e mais uma vez falaremos muito bem: Os artesãos de Cordeiro e os responsáveis pelo projeto de exibição de curtas na cidade estão de parabéns. A cultura é a única coisa que de fato está funcionando na atual administração da cidade.

Fonte da Notícia: Blog Política da Serra