Voltar

Notícias

Cidade Exposição: capital do cinema com o ‘Curta Cordeiro’


18 de setembro de 2017 806 visitas

Cultura e entretenimento com entrada franca durante três dias

ASSESSORIA DE IMPRENSA – PREFEITURA DE CORDEIRO

Numa produção especial da Casa Cinco, com apoio da Prefeitura de Cordeiro, através da Secretaria de Cultura, durante o final de semana a Cidade Exposição assumiu também a vocação da ‘sétima arte’, ao abrigar a Mostra de Cinema ‘Curta Cordeiro’, que nos dias 15, 16 e 17 exibiu, na sede da Sociedade Musical Fraternidade Cordeirense, com entrada franca, 19 curtas metragens, cuja qualidade dos filmes apresentados foi o destaque absoluto do evento cultural.

Coube à curadora da mostra, Maria Clara Guim, à produtora executiva, Monique Cruz, e ao diretor de Cultura local, Luiz Antônio Zica Medeiros, a abertura oficial, que aconteceu na sexta, 15, antecedendo a primeira noite de exibições. Ausente por viagem oficial, o prefeito Luciano Batatinha foi representado pelo chefe de Gabinete, Fabrício Barros, que teceu elogios ao trabalho de produção e destacou a parceria que mostra o comprometimento da atual administração com o fortalecimento da cultura.

Além dos excelentes filmes – incluindo dois de cineastas cordeirenses, ‘A Hora das Almas’, de Luiz Antonio Cavalheiro, e ‘Uma breve história de fogachos, queijinhos e Miranda’, de Ângelo Pessoa – foram desenvolvidas duas oficinas gratuitas com expressiva participação de crianças, jovens e adultos do município. Dentre as abordagens, incentivo à produção cultural, sob os cuidados da cineasta Manaíra Carneiro, e jogos dramáticos, com a atriz e produtora teatral Natasha Corbelino.

Com histórias, formatos e temas variados, entre ficções, documentários, experimentais e animações falando do cotidiano nacional, os filmes escolhidos agradaram ao público, que ao final de cada sessão aplaudia efusivamente às exibições. No domingo, 17, a programação foi dedicada às crianças, com classificação livre. Após prestigiar o ‘Curta Cordeiro’, a vice-prefeita Maria Helena gostou do que viu. “Produção bem cuidada, filmes de ótima qualidade e profissionais que levaram essa parceria a sério para ofertar a cultura do cinema para nossa gente”, disse Helena.

Segundo Zica, o evento, vencedor do Edital de Mostras e Festivais 2016, da Riofilme, Prefeitura do Rio de Janeiro e Governo do Estado do Rio de Janeiro, foi indicado para ser exibido em Cordeiro pelo saudoso Daniel Salgado, entusiasta das artes. “Nossa equipe ‘Cultura Viva’ foi fundamental nesse evento, bem como as produtoras Maria Clara Guim e Monique Cruz, pessoas da mais gabaritada competência. Obrigado à nossa banda, à Rota 116, a todos que os apoiaram e principalmente ao público que acompanhou a mostra” declarou o diretor de Cultura.