Voltar

Notícias

Artesãos cordeirenses recebem reconhecimento profissional


5 de outubro de 2017 634 visitas

Carteira Nacional foi entregue em solenidade na Câmara Municipal

ASSESSORIA DE IMPRENSA – PREFEITURA DE CORDEIRO

A segunda-feira, 2, foi marcante para os artesãos cordeirenses, que receberam a Carteira Nacional de Reconhecimento Profissional, avalizando o trabalho artesanal e cuja padronização é determinada pelo Programa Nacional de Artesanato, do Governo Federal. O documento é emitido pela Secretaria da Micro e Pequena Empresa (SMPE), com apoio do Programa Nacional do Artesão (PAB). Dentre as vantagens, estão a oportunidade de participação em feiras nacionais e internacionais; oficinas e cursos; acesso a incentivos fiscais, microcrédito e nota fiscal avulsa de emissão eletrônica; isenção de ICMS na comercialização de produtos; e possibilidade de contribuir como autônomo para fins previdenciários.

Em solenidade realizada na Câmara Municipal, a Mesa de Autoridades contou com o prefeito Luciano Batatinha, o presidente da Câmara, Elielson Francinha, a subsecretária adjunta da Secretaria Estadual de Turismo e Coordenadora do Programa Artesanato em Movimento, Nea Mariozz, e o diretor de Cultura local, Luiz Antonio Zica Medeiros, que falou sobre o evento. “Nossos artesãos aguardavam ansiosos pelo documento. Somos gratos à Nea Mariozz por incentivar o artesanato”, disse Zica.

O presidente da Câmara declarou ser uma honra abrir espaço na Casa de Leis para um evento tão importante para a cultura local. “Estou à disposição da classe artística para colaborar sempre que for preciso”, afirmou Francinha, tendo as palavras ratificadas pelo prefeito. “Nosso artesanato é motivo de orgulho para nós cordeirenses. Hoje demos mais um passo para atender esses artistas tão valiosos, talentosos e que contribuem tanto com nossa força cultural”, emendou Batatinha.

Nea Mariozz enfatizou o trabalho da Secretaria de Cultura, que atua em sintonia absoluta com o artesanato local e foi fundamental para a conquista, e parabenizou o prefeito pela equipe cultural dinâmica. “Falo diretamente aos artesãos de Cordeiro parabenizando-os. Além de reconhecer o artesanato como profissão, a carteira também dá direito a descontos em produtos artesanais e é uma identificação com padrão nacional”, explicou Nea.

Por fim, Luciano Batatinha e Nea Mariozz assinaram o termo de cooperação técnica para estreitar os laços entre os governos Estadual e Municipal, visando o fomento do setor artesanal. Cinco artesãos foram escolhidos para a entrega simbólica, efetuada pelas autoridades. Foram entregues cerca de 30 carteirinhas, recebendo o documento apenas quem realizou o Cadastro no Programa Artesanato em Movimento, que em Cordeiro somam 50 cadastrados, porém pouco mais da metade compareceu.