Voltar

Notícias

3ª Paraolimpíada de Macuco foi um sucesso


4 de dezembro de 2015 645 visitas

Ação mescla práticas esportivas e inclusão social
Há três anos surgia em Macuco, de forma pioneira na região, a ideia de mobilizar crianças e jovens com necessidades especiais num evento que unisse práticas esportivas, atividades de lazer e inclusão social. Assim nascia a Paraolimpíada de Macuco, idealizada pelo secretário de Esporte e Lazer do município, Diogo Latini.
Integrante do projeto ‘Esporte para Todos’, a 3ª Paraolimpíada de Macuco foi realizada na manhã desta sexta-feira, 4, no Maracanãzinho, no bairro Santos Reis. O evento reuniu alunos que integram o projeto ‘Esporte na Pestalozzi’, cujas atividades são desenvolvidas em parceria com a Associação Pestalozzi de Macuco.
O sucesso das duas primeiras edições dos jogos foi fundamental para o rápido crescimento do movimento na cidade e o seu consequente reconhecimento. Hoje, a população apoia integralmente a paraolimpíada por entender que é mais uma importante competição do calendário esportivo anual do município. “Creio que as pessoas absorveram bem nosso objetivo. Afinal, é essencial cuidar do bem-estar dessas crianças e jovens com necessidades especiais, oferecendo atividades desse porte. Assim, além de proporcionar alegria a eles, promovemos a inclusão social”, acredita Diogo Latini.
Lançando mão de atividades previamente adaptadas à realidade dos competidores, a 3ª Paraolimpíada de Macuco foi marcada pelas disputas de competições como boliche, cabo de guerra, ‘zigue-zague’, arremesso de basquete e chutes a gol. Ao final dos jogos, em clima de festa e se sentindo vencedores, os alunos participaram da solenidade de entrega de medalhas, que emocionou o público presente por conta do clima de união e confraternização entre os atletas participantes.
Para o prefeito Félix Lengruber, um dos grandes incentivadores do projeto, a maior vitória da paraolimpíada não se restringe à conquista de medalhas ou à competição em si. Segundo ele, é, antes de tudo, um exemplo que os atletas passam para centenas de pessoas que sofrem com a discriminação. “Superação é a palavra mais correta para definir a atitude desses meninos e meninas”, disse Lengruber, que parabenizou o secretário Diogo, sua equipe e os profissionais da Pestalozzi.
Após a entrega da premiação, Diogo Latini destacou a excelência do trabalho desenvolvido pela direção da Associação Pestalozzi de Macuco, em particular dos esforços de Irinildes Ribeiro e dos professores da instituição. “É bom saber que há pessoas que mesmo com dificuldades vão à luta e vencem. Isso irradia otimismo, levanta a autoestima e reorienta as perspectivas de muita gente”, concluiu Diogo Latini.
ASSESSORIA DE IMPRENSA – PREFEITURA DE MACUCO